Templates by BIGtheme NET
Home » Sacristãs

Sacristãs

Um dos ofícios e ministérios mais importantes nas comunidades e nas igrejas é do sacristão ou da sacristã. Trata-se, frequentemente, de um serviço discreto, embora decisivo para o funcionamento da igreja e para o desenrolar da celebração.

O seu protagonismo não é tão visível e sensível como o do leitor, do acólito ou do músico e, muito menos, como o do presidente. Mas, sem ele, esses ministérios não atuavam digna e eficazmente. É ele quem abre a igreja, convoca os fiéis, mantêm em ordem e em bom estado os lugares: sacristia, presbitério, igreja; abrir e fechar as portas no seu devido momento prepara os paramentos, o altar, a credência, o pão e o vinho, a água, o incenso, os livros, o orgão, organiza as procissões, a recolha dos dons, tarefas demasiado importantes para sem deixadas à improvisação do momento e pode acontecer que tenha de suprir, até, a falta do acólito, leitor ou cantor.

Ser sacristão requer, por isso, qualidades e uma preparação ampla e diversificada. O Cerimonial dos Bispos atribui ao sacristão tarefas importantíssimas: preparar as celebrações (com o mestre de cerimônias); cuidar de tudo quanto é necessário à celebração, providenciar para que tudo, na igreja, manifeste amor e reverência para com Deus e seja sinal de piedade, festa e alegria para o povo de Deus. (cf. C. B., n°37-38).

Requisitos para ser uma boa Sacristã

Para ser sacristã requer-se um conjunto apreciável de qualidades humanas. A natureza deste serviço, especialmente no que se refere ao trato, à vigilância, ao bom gosto, ao acolhimento, e a sua necessária proximidade da celebração o exigem. Maturidade, sentido de responsabilidade, pontualidade, espírito de ordem e diligência, asseio e honestidade são qualidades que se exigem a quem deve receber, orientar e encaminhar pessoas e ordenar coisas: são essas pessoas, particularmente, que devem merecer a confiança dos outros e tratar com o sagrado. Uma grande capacidade de relação humana (compreensão, serenidade, ponderação e de trato, nomeadamente para o trabalho em equipe: a sacristã deve saber cooperar com todos, particularmente acólitos, leitores, cantores, sacerdotes, zeladores, etc.).

A virtude da paciência, como todos os que têm como ofício o atendimento público (com os fiéis que estão sempre a perguntar os horários ou os sacerdotes que deixam as coisas fora do lugar) e do bom humor.

Deve possuir suficientes conhecimentos litúrgicos e atualizá-los: Conhecer o que é a celebração litúrgica, os seus momentos culminantes, a sua dinâmica, as características dos diversos tempos litúrgicos e festas; Conhecer os diversos textos do Missal e as diversas possibilidades rituais; ter conhecimento, a tempo e em pormenor, do tipo e do desenrolar concreto da celebração, a fim de prever e preparar tudo, de modo a que nada seja deixado ao improviso ou à sua intervenção de última hora, dentro da própria celebração, de forma sempre inesperada e desajeitada.

Coordenadora:

Venância – (61) 9.9935-1568/ 3432-1568 e Ana (61) 9.9616-3147

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

%d blogueiros gostam disto: